Matérias
Inscreva-se para receber
nossas newsletters
Busca Rápida

Bayer no Mundo
Bayer Links
Matérias

MATÉRIAS

  • Imprimir
    Imprimir
  • Favoritos
    Favoritos

Cuide melhor dos seus pés

  • Tamanho da fonte:
  • A-
  • A
  • A+

É inegável que, nos últimos anos, os homens têm ficado mais atentos à saúde dos pés, mas ainda é preciso se preocupar mais. Enquanto a maioria das mulheres encontra um tempinho para ir a um podólogo ou pedicure pelo menos uma vez por mês, eles ainda encaram com desconfiança a real necessidade desses cuidados, avalia o coordenador do curso de Podologia da Universidade Anhembi Morumbi, Armando Degas.

Esse descuido, somado ao fato de os homens passaram boa parte do dia com sapatos fechados, torna o sexo masculino especialmente propenso a problemas nessa parte do corpo? Não é bem assim. É importante os pés "respirarem", para não haver acúmulo de umidade. Mas os calçados fechados não são necessariamente um vilão nesse sentido, e ainda diminuem a exposição a fungos, bactérias e outros agentes responsáveis por micose, bolhas e bromidrose (processo que causa mau cheiro).

O fundamental é usar meia de algodão. "A meia absorve a transpiração e diminui a umidade. Ela ajuda a proteger contra esses incômodos, enquanto as mulheres, por utilizarem sandálias e outros sapatos abertos, ficam com os pés mais expostos", explica Degas. Mas mesmo assim a negligência cobra seu preço. "Uma coisa importante, que a maioria dos homens não faz, é enxugar bem os pés. Só isso já ajudaria a prevenir frieiras, micoses e o mau cheiro", destaca o professor.

Para se cuidar melhor, é importante entender o processo de formação de cada um desses problemas. O mais comum é a bromidrose, o famoso chulé. "É causada pela transpiração no sapato. Fungos e bactérias acabam decompondo o suor, gerando o odor", diz o especialista. O mau cheiro também é influenciado pelo material de que o calçado é feito - plásticos e sintéticos são os piores. Para escapar desse desconforto, basta usar antissépticos antes de colocar o sapato.

As micoses podem ser causadas por outros fungos, que se proliferam em locais abafados e úmidos. Unhas grandes favorecem igualmente o aparecimento desses organismos, que podem gerar coceiras, descamações e manchas. A prevenção é a mesma das frieiras: seque bem os pés depois do banho, lave calçados e meias com bactericidas e fungicidas.

As bolhas, precursoras dos calos, são outro problema comum para os homens. A causa é o atrito com a pele, intensificado por pisada inadequada e calçado apertado - situações agravadas em atividades esportivas. "Se não tratar a bolha, vira um calo, que é quando a pele enrijece devido a constantes fricções", afirma o coordenador do curso de Podologia da Anhembi Morumbi.

Algumas bolhas secam sozinhas. Em outros casos, é preciso que um especialista drene o líquido sob a pele. Em seguida, há duas opções: deixar a derme agir como um curativo fisiológico, no qual o ferimento fecha sozinho; ou aplicar um antisséptico ou uma pomada nesse espaço, para estimular a cicatrização.

Contra outra inimiga frequente dos pés masculinos, a unha encravada, o recomendável é procurar um especialista. "Frequentemente, o homem com unha encravada vai querer cortá-la, mas pode errar. É melhor ir, uma vez ao mês, a um podólogo. Se ainda assim quiser cortar em casa, siga o desenho anatômico do dedo, sem entrar nos cantos", ressalta Degas.

L.BR.GM.2011-06-01.0420
Leia também
< Voltar
  • Como compensar os abusos

    Exagerou no churrasco ou nas porções do barzinho?

    + mais
  • Depilação a laser

    Todo homem acostuma-se desde a adolescência a fazer a barba.

    + mais
  • Espermograma

    À primeira impressão, a tarefa é das mais fáceis. Afinal de contas, a masturbação deixou de ser um tabu há tempos.

    + mais
  • Esportes de Verão

    A praia oferece atrativos que vão muito além do descanso sob o sol. Entre eles está a prática de exercícios na areia.

    + mais
  • Dia do Homem

    Uma pesquisa mostra o hábito do cuidado da saúde masculina e sua importância

    + mais
  • Traiu e se arrependeu

    Mesmo uma relação estável está sujeita a traições. A principal justificativa da infidelidade é a crise na relação.

    + mais
Avançar >